5 motivos concretos para investir em Marketing Digital

Entenda as mudanças no comportamento do consumidor e como o marketing digital pode ajudar sua empresa a acompanhá-las.

Compartilhe com a gente: quantas vezes você já ouviu falar que precisa investir em marketing digital? Que precisa fazer campanha no Google, investir em links patrocinados, que precisa gerenciar suas redes sociais, entre tantas outras necessidades?

Mas o que ninguém explica é por que você precisa tanto investir em ações como essas. E se você não entende no que está investindo e como isso vai impactar no seu negócio, a probabilidade de jogar dinheiro fora é grande.

Neste artigo procuramos enfatizar alguns dados de mercado para você não só “acreditar” que vale a pena investir em marketing digital, mas para entender melhor como o consumidor tem se comportado ultimamente. Confira agora os 5 motivos concretos para você investir em marketing digital:

1) 70% das pessoas usam a internet para se comunicar com uma marca

Pare para pensar: qual é a primeira ação que você faz quando quer saber algo sobre uma empresa? Se respondeu “Pego o celular e procuro no Google”, provavelmente você faz parte desses 70% que mencionamos. Não importa se você quer reclamar, fazer um elogio, se está com um problema, se procura por empresas de determinado ramo, se procura pelo menor preço… a maioria das pessoas sempre recorre à web para conseguir essas informações.

Sabendo disso, entende que é impossível pensar em uma estratégia para sua empresa que não englobe o marketing digital?

2) 87% dos brasileiros possui alguma rede social

Este número é muito expressivo. Não é à toa que as redes sociais possuem tanta expressividade, por exemplo, em campanhas eleitorais. Elas são canais abertos e diretos de relacionamento. Quer outro dado importante? Segundo o relatório “2018 Global Digital”, feito pela Hootsuite e We Are Social, os brasileiros gastam em média 3 HORAS E MEIA por dia nas redes sociais.

Com esses números em mente, se você fosse investir em uma ação para gerar relacionamento com seus possíveis clientes, por onde acharia melhor começar? Isso sem falar em todas as métricas de análise que as redes sociais proporcionam. É tiro certo, se bem planejado.

3) 97% das pessoas acessam a internet todos os dias

Unindo essa informação com as duas anteriores, não demoramos para chegar ao resultado:

A maior parte da população utiliza a internet todos os dias para se relacionar com empresas e outras pessoas, e passam uma grande parte do tempo fazendo isso. Mais precisamente 3h30 por dia!

4) 81% dos compradores realizam pesquisas online antes de comprar

Este dado reforça ainda mais o que falamos no primeiro item da lista. Veja o seguinte exemplo: você entra em uma loja de sapatos e encontra aquele que está procurando. Após perguntar o preço ao atendente, você discretamente (ou nem tão discreto assim) tira seu smartphone do bolso e vai direto ao Google pesquisar se o tênis na loja está caro ou barato. Isso se o tênis que estiver procurando for um modelo novo que seja necessário experimentar. Se não, nem na loja você vai e compra pela internet mesmo.

E neste processo vale abordar uma outra transformação: o papel do vendedor. Essa mudança impacta diretamente na sua estratégia de vendas e na maneira que você treina sua equipe. Já que grande parte dos consumidores utiliza a internet para pesquisar tudo sobre o produto desejado, a decisão de compra muitas vezes ocorre antes do possível cliente ir até a loja. Ou seja, na hora que ele chega até você, se chegar, já sabe o que quer e, principalmente, o que não quer. Entende como o maior esforço para conquistá-lo não está mais no momento da compra?

Veja esses números: segundo o estudo feito no primeiro semestre de 2018 “State of the Connected Customer”, da empresa americana SalesForce, 80% dos consumidores entrevistados (cerca de 6.700 de 15 países diferentes) disseram que as experiências proporcionadas pelas empresas são tão importantes quanto a qualidade dos produtos oferecidos por elas. E o brasileiro se importa ainda mais: o mesmo estudo apontou que 89% dos brasileiros entrevistados já optaram por uma marca pela prestação do serviço e não pelo produto em si.

Voltando à sua equipe de vendas, o consumidor não aceita mais o velho “papo de vendedor”. É preciso treiná-la para proporcionar experiências que realmente façam a diferença.

5) 76% dos usuários já fizeram compras após abrir um e-mail marketing

Conforme dissemos em outro post aqui no blog, o e-mail marketing ganhou uma péssima fama por sua má utilização. As empresas sempre olharam para esse canal apenas como uma forma de fazer divulgação em massa.

Mas quando utilizado da maneira certa, os números não deixam mentir: segundo a pesquisa “Email Marketing Trends 2018” feita pela Rock Content (clique aqui para ver a pesquisa), 76,8% dos usuários pesquisados já fizeram compras após abrir um e-mail marketing. Além disso, segundo a SalesForce, 70% dos usuários de e-mail afirmam que sempre abrem e-mails das suas empresas favoritas.

Portanto, se o conteúdo do e-mail é relevante para o consumidor, o canal gera muito resultado.

Preciso mesmo investir em marketing digital?

A resposta é simples: sim. Independente do tamanho, setor ou disponibilidade de verba da sua empresa, será necessário investir em estratégias digitais. Mas é importante lembrar que não existe fórmula pronta. Comece devagar, entenda os hábitos do seu cliente, do que ele gosta, quais canais ele utiliza, quais são seus problemas e como sua empresa pode solucioná-los. Produza um conteúdo que realmente faça diferença, teste e analise os resultados. Aprenda com cada ação. Mude a estratégia se não alcançar o objetivo desejado. E lembre-se: proporcione boas experiências para o seu cliente.

 

Mitos do Marketing Digital

, , , ,
Glossário do Marketing Digital
É melhor criar um site ou uma página no Facebook?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

2 × 3 =

Menu